O Piolhito esteve [a pesquisar bóias]

Já andava para escrever sobre este assunto faz meses, mas deixo sempre para amanhã, mas o amanhã nunca chega (e até pode ser tarde demais) e pimba, estamos quase no outono. Mas como em Portugal esta “coisa” chamada “verão” ainda rola, e se calhar em outubro ainda vamos ter dias quentes (quentes até queimar), acho que ainda vou a tempo de falar sobre bóias. Não, não estou a falar de barriguitas sexy’s, de gorduras localizadas ou “pneus” humanos, mas sim, daqueles utensílios que usamos nas piscinas (rios, albufeiras, em mar aberto e fechado, e etc) para garantir alguma elegância a flutuar, ou para garantir uma ajuda necessária a quem não sabe nadar (ou que nada menos bem), ou ainda, pelo motivo dos últimos tempos: tirar as fotografias da moda.

Embora a panóplia seja enorme, e a escolha diversificada, a moda continua a incidir sobre os mesmos clichés (desde 2017 pelo menos) destacando-se os unicórnios, os cisnes, as fatias de pizza, os gelados ou a melancia. Existem em diferentes tamanhos e para todas as bolsas, ficando muitas vezes a falar o óbvio: o plano de água. Daquilo que pesquisei, fiquei ancorado nestas escolhas:

Créditos: Piolhito Nervoso


1. Flamingo Floatie Kings: já se pode chamar um clássico. É rosa, é um animal elegante e muitas pessoas adoram ficar em cima desta bóia para as fotografias. Haja equilíbrio e boa disposição [ver aqui]. Para uma versão mais em conta [ver aqui]  

2. Cisne Negro Floatie Kings: Para os rebeldes (como eu) é uma excelente opção. Já chateia ser o “bonzinho” e o “cumpridor”. Pelo menos que se arrisque na compra da bóia [ver aqui]

3. Donut com dentada: Para os gulosos. Para os atrevidos. Para aqueles que não gostam muito de arriscar. “Come-me el donut” – só os mais atentos entenderão. E é uma opção baratinha [ver aqui]

4. Gelado: um metro de noventa de puro gelado insuflável. Não é o sonho de qualquer um? Eu acho espetacular, até porque aqui consigo esticar-me à vontade, sem a preocupação de ficar com os pés de fora, até porque sou “curto” – tenho um metro e sessenta e nove. Mas a vida também não é curta demais? [ver aqui] Para algo mais "modesto" [ver aqui]

5. Melancia: haja imaginação. E se é para escolher uma melancia, que seja a maior que consigamos encontrar [ver aqui]

6. Unicórnio G-R-A-N-D-E: porque para pequeno já basta muita coisa. Que se pense em grande [ver aqui] Para quem procura uma solução economicamente mais reduzida [ver aqui] a proposta da Primark a 12.00€

7. Crocodilo: uma versão mais clássica da “coisa”, que não fere a sua função e garante umas fotografias divertidas para colocar nas redes sociais. Podia ser verde, certo? Mas esta versão é mais neutra e isenta de guerras clubísticas [ver aqui] 

8. Fatia de Pizza: Não podemos fugir dos clichés, pois não? [ver aqui]


Sem comentários:

Enviar um comentário